Entrevista rara com Guimarães Rosa

Veja esta rara entrevista de Guimarães Rosa a uma TV Alemã em 1962. O entrevistador é o crítico literário Walter Höllerer.
A entrevista foi retirada do documentário “Outro Sertão”, de Adriana Jacobsen e Soraia Vilela (2013 – 73′), com co-produção de Galpão Produções/Instituto Marlin Azul.

 

Share This:

19 thoughts on “Entrevista rara com Guimarães Rosa

  1. Atrás de saltos histórico tem na frente grandes figuras da arte / literária ofuscalizada.

  2. Acho que a publicação desta entrevista de Guimarães Rosa é um incentivo para que voltemos a ler nossos autores.

    1. Concordo com Elizabeth. Realmente, a entrevista enseja uma re-leitura dos nossos autores preferidos. Guimarães Rosa é um dos meus. Um dos seus livros de contos que considero muito bom é SAGARANA, do qual destaco “A hora e a vez de Augusto Madraga”, “A terceira margem do rio”, “Soroco, sua mãe, sua filha”, entre outros.

  3. Mineiro eu também sou; médico idem. Agora, ser Guimarães Rosa é que é o x do problema, com licença de outro Rosa, o Noel.

    1. Muito bom, caro Heleno. Bom saber que há intelectos contrapondo a ridícula síndrome de “vira-lata” brasileira. E, tua humildade te revela grande. Abraço.

  4. Com Guimarães Rosa aprendi mais uma vez e para sempre a tratar a palavra como joia rara.

  5. Infelizmente não há Nobel da Literatura póstumo. Guimarães Rosa, Fernando Pessoa, Ferreira Gullar, Manoel de Barros, esses, bem que mereciam!

  6. Nonada.ainda estou meio abobado com essa maravilhosa surpresa …me pareceu que era um sujeito bem humorado.Cordisburgo tem mesmo muito que se orgulhar desse filho brilhante..

  7. Muito interessante. Não só por reviver a imagem de Guimarães Rosa mas, também, como Elizabeth citou, relembrarmos nossos escritores e constatarmos que existe muita gente de talento nascidas nesse CHÃO.

  8. COM O ITAMARATI, O BRASIL , SEMPRE FOI MARAVILHOSAMENTE REPRESENTADO, EM FUNÇÃO DA POLÍTICA DEIXOU DE SER UMA ATIVIDADE A DERIVA DOS POETAS EM TODO O MUNDO, UMA LASTIMA, E ATÉ NOS PASSAMOS TER CHANCELERES, SOMENTE PARA DECLAMES DE PRIVADAS.

  9. Guimarães Rosa é a Universalidade do simples com o sentido profundo da palavra elaborada. Criada com maestria, olhando com olhos de foco. Sóbrio. Cada detalhes nos abre nova visões de linguagem.
    Fonte onde sempre jorra a novidade do sublime.

  10. Que beleza, raridade para mim essa entrevista…O maior neologista, o reinventor da lingua brasileira.Dizem que todo escritor é um profeta, pois eu acho que o escritor é o pintor do futuro.Grandes sertões veredas, o nome já é um poema.Telúrico, essa é a definição.Don quixote luta nos sertões.Um livro grande, um grande livro.

  11. Sempre é bom ler o que este autor escreve e adorei ouvir está entrevista . Foi me dado uma sensação de alegria ,no omomento , pela a originalidade e pela saudade .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *