31 poemas de Drummond musicados por Belchior.

No disco “As várias caras de Drummond”, Belchior homenageia o Drummond, musicando 31 de seus poemas.
“Em entrevista concedida ao Jornal do Brasil em julho de 1987, um Carlos Drummond de Andrade abatido e desesperançoso declarou acreditar que seria esquecido tão logo nos deixasse. Dezessete dias depois ele nos deixou. Mas, ao que tudo indica, não foi esquecido. No ano em que Drummond completaria 101 anos, a Editora Caras, em parceria com o cantor e compositor Belchior, provou que a amarga profecia de sua última entrevista estava totalmente equivocada. O fruto dessa parceria está materializado neste ‘As várias caras de Drummond’.  À maneira prosaica do maior poeta brasileiro do século XX e, para muitos, de todos os tempos, o número 31 refere-se singelamente ao dia do seu aniversário: 31 de outubro.”

 

Share This:

25 thoughts on “31 poemas de Drummond musicados por Belchior.

  1. Excelente Resgate do nosso Poeta de todos os tempos, Carlos Drummond de Andrade, O Menino de Itabira. Resistente como Ferro! E, não poderia deixar de ser Belchior, o mais inteligente dos Compositores e Cantores brasileiros a musicar os poemas de Drummond. Casamento Perfeito! Ambos, hoje estão no Céu compondo versos cantando poemas. Obrigado a Palmas. Muitas palmas a todos, inclusive, a Editora Caras que teve a sensibilidade de registrar acontecimento de tamanha importância.

  2. Emocionante ouvir Belchior cantando os versos do maior poeta brasileiro. Parceiros perfeitos. Palmas,mil vezes Palmas!!😍😍😍

  3. Assim como Drummond e Belchior,muitos que formaram base na literatura brasileira ,foram esquecidos apenas poucos ignorareais o verdadeiro valor dos poemas que externa as verdade da nossa essência verdadeira,somos viajo resposta das galáxias, em cada parada deixamos nossas marcas,se alguém percebeu não sabemos, só o tempo vai apresentar,
    Assim como na história de Drummondo e Belchior um seremos utilitário para o progresso da literatura.

  4. Excelente esse duplo resgate, pois o músico Belchior, também um grande poeta, teve a necessária sensibilidade para musicar os poemas do Drumond um dos melhores poetas do Brasil.
    Ambos devem estar, hoje, na margem de uma lagoa, na espiritualidade, cantarolando e declamando as suas grandes obras poéticas e musicais que tanto encantam os brasileiros.

  5. Apaixonada por toda obra de Drummond. Para musicalizar seus poemas, nada mais correto que um grande compositor, Belchior!

  6. Para quem já alguns Km de caminhada, vale recordar E AGORA, JOSÉ, sucesso na voz de Paulo Diniz.

  7. Belo trabalho com dois expoentes da poesia e música brasileira. Gostaria de saber como adquirir a obra?

  8. Excelente! Parabéns pela iniciativa. É disso que gostamos. É disso que o Brasil precisa. Grande Belchior. Notável Drummond. Assim, podemos imortalizar os imortais. Agradecer suas contribuições para o engrandecimento cultural do país.

  9. Tinha que ser mesmo Belchior, este grande conhecedor da obra drummondiana, pra saber escolher tão bem estes poemas, e musicá-los, apesar de ser uma das características presente em muitos poemas de Drummond, a musicalidade. Estão de parabéns todos que acreditaram e investiram neste projeto.

  10. Linda e sensível performance. Um poeta musicalizando outro. Show! Precisamos difundir essa obra.

  11. MARAVILHA!
    Obra singela, direta, expondo o olhar do poeta sobre as coisas das gentes, das vidas e dos tempos. “Neste país é proibido sonhar”, quanta atualidade há nestes versos. E o grande Belchior, mago dos mantras modernos, soube transpor para a musica, sem distorcer, o olhar agudo do poeta. Parabéns.
    DRUMMOND JAMAIS SERÁ ESQUECIDO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *